ONDA - MORNA

Data 1983
Autor António Joaquim Rodrigues Ribeiro

Mergulha na minha onda
Vais ver que te sentes bem
Não é quente nem é fria
É o morno que te convém

Mergulha na minha onda
Onda de toda a maré
Não é cheia nem vazia
Onda feita prò teu pé

Mergulha
Atira-te
De cabeça

Mergulha na minha onda
Mergulha sem recear
Vais abaixo e vens acima
A tempo de respirar

Balança na minha onda
Sente o peso que ela tem
Não é leve nem pesada
É o peso que te convém

Mergulha
Atira-te
Desliza
Sem pensar